terça-feira, 28 de setembro de 2010

O sorriso do Faísca

    
    Quando pintava uma das  primeiras caixinhas que fiz, estava eu atarefada a treinar florzinhas e bonequinhas, quando uma voz por cima do meu ombro sussurou : " Eu gostava era do Faísca". Na altura sorri, e guardei o pedido no subconsciente, que é como quem diz, nunca mais me lembrei até há uns dias atrás.

    Este conjunto foi todo pintado à mão, como sempre, pois ainda não me aventurei na técnica de decoupage (guardanapo). Ainda cheira a verniz, mas o Faísca já provocou um sorriso bem rasgado na cara de quem fez o pedido.

6 comentários:

  1. Olá Terezinha, se um dia te cansares de fazeres os trabalhinhos, não deixes de escrever Gosto muito de ler o que escreves
    Umbeijinho muito amigo da Luisa

    ResponderEliminar
  2. Olá Luisa, não é preciso apagar, eu percebi bem o que querias dizer:) Obrigada!!
    Beijocas

    ResponderEliminar
  3. Conheço alguem cá em casa que iria adorar este faisca( meu sobrinho Tomás)está muito bonito.Jocas

    ResponderEliminar
  4. Um Sorriso bem rasgado e de certeza uma memória bem gravada no coração... são esses pequenos mimos feitos por quem tanto amamos que vão tecendo a nossa rede de suporte, de memórias para a Vida a que recorremos sempre q algumas nuvens carregadas teimam em esconder o SOL, sentindo novamente esse Sorriso desenhar-se no nosso rosto.

    Bjs,
    Marta

    ResponderEliminar
  5. Olá.
    O teus trabalhos são lindos.
    Não te preocupes de ainda não teres utilizado a técnica do guardanapo. Pintas lindamente, se utilizares o découpage, na minha opinião, acabas por desperdiçar o teu talento.
    Para mim uma peça pintada tem muito mais valor que uma colagem bem feita!
    Muitos parabéns e continua!
    Vou passando por aqui!

    ResponderEliminar
  6. Olá, Luisa! São lindos os seus trabalhos! Todos de muito bom gosto! Parabéns e um ótimo Domingo.

    ResponderEliminar