quinta-feira, 26 de abril de 2012

Bolsinhas de costura SOS

    Há dias assim ... cinzentos ... com muita chuva, daqueles mesmo maus em que não apetece por o pézinho na rua. Mas como dizemos nós, o povo desta terra, "com o mal dos outros, estamos nós bem" e para validar por completo a nossa sorte, de ficar com o pézinho dentro de casa e seco, abrimos bem as janelas e portadas para admirar a chuvinha que cai lá fora e o coitado do pézinho do vizinho que já caiu na poça ... Dá-nos então vontade de acender a lareira, beber um café quentinho com umas bolachinhas, de nos enroscarmos bem na nossa mantinha, e ficar a admirar a chuva e o dia cinzento, frio e desagradável que a nós não nos toca ... somos mesmo maus,  ehehehe.  
    É então que no nosso cérebro tocam pensamentos mais sérios e nos lembramos da sorte que temos, por ter um tecto ... uma manta e uma chávena de café quentinho, dá-nos um impulso de querer mudar o mundo, de levar as mantas e o café que temos a mais  e com os olhos trémulos e de braços abertos entrega-los a quem realmente precisa. 
    Espreitamos pela janela e não vê-mos nenhum pobrezinho à mão de ser ajudado, então decidimos que fica para amanhã a demonstração do nosso lado mais generoso ... mas amanhã vai fazer sol e já não faz sentido sair de mantas às costas ... e lá vamos adiando o nosso contributo para a mudança do mundo. 

    E o porquê destas palavras? Porque sim, porque hoje almocei com uma amiga, que decidiu mudar o mundo HOJE!! Agora mesmo ...

   E trabalhos: são duas bolsinhas SOS de costura para trazer na mala, mas podem trazer outros carregos que não agulhas e linhas ... 



 





12 comentários:

  1. Lindas demais!
    Parabéns pelos trabalhos!

    Bjs


    "Vive mais feliz quem tem olhos capazes de escutar o canto amoroso da simplicidade.É nas miudezas que tudo aquilo que realmente importa se revela com maior nitidez."Ana Jácomo

    ResponderEliminar
  2. Que lindas.
    E dão um jeitaço.
    Bom fim-de-semana.
    Bjos
    Carla

    ResponderEliminar
  3. Como eu adoro ler seus posts!!!
    Acabo sempre me divertindo com tuas estorias e divagações muito humoradas e um tiquinho cinicas..srsrsrsr
    Já te disse Teresa, você tem dom para cronista da vida cotidiana! Quase posso enxergar o que você descreve!
    Parabens!!!
    Linda a bolsinha, delicada e bem util para "coisinhas" variadas.
    Um grande abraço minha amiga e bom final de semana.

    ResponderEliminar
  4. Olá...

    Os dias chuvosos e cinzentos também inspiram... As bolsinhas estão muito bonitas e dão sempre muito jeito.

    Beijinhos
    Rita

    ResponderEliminar
  5. Tens razão..
    As bolsa é linda e com o laço.. eu amo laços).
    E faz favor de não me tratar por voçê...ok.
    Beijocas e bom feriado amanhã.

    ResponderEliminar
  6. Quem me dera ter por aqui um pouco de fri ou um pouco de chuva. O calor é intenso e constante, dia e noite, noite e dia, todos os dias do ano. Tecer com lã é pura devoção e os gorros são para doar para uma instituição, num lugar onde faz frio e onde se pode tomar uma xícara de chá quente sem precisar ligar o ar condicionado. Quem me dera um dia nublado e chuvoso, eu mesma poria o pé na poça, pelo simples prazer do inusitado.
    A bolsinha é muito simpática, com ares românticos. Aprecio os bordados singelos que dão graça e ingenuidade. Bjs
    Joana

    ResponderEliminar
  7. São uma fofura!
    uma bela oferta para o dia da mãe.
    Beijokas

    ResponderEliminar
  8. lindas e que saudades de te ver e ver os teus artesanatos
    kis .=)

    ResponderEliminar
  9. EStou conhecendo seu blog.
    Tem coisas divinamente lindas um capricho de dar prazer em ver seu trabalho.
    Parabéns por essas mãos abençoadas.
    Beijos,,Evanir

    ResponderEliminar
  10. Olá querida

    Pois é continuamos com frio e chuva, olha hoje só me apetecia ficar em casa em pijama e chinelos mas não pode ser.

    Belos trabalhos.
    Beijos
    Joana e Sofia

    ResponderEliminar
  11. Linda bolsinha!!!!!!Amei!! Amo o rosa deixa tudo delicado e encantador.bjos.

    ResponderEliminar
  12. olá teresa tudo bem?
    faz tanto tempo que nao venho cá espreitar os teus trabalhos,mas contigências da vida, mas nao me esqueci e vim dar uma espreitadela.adorei ver os trabalhos, cada vez mais perfeitos,beijihnos raquel

    ResponderEliminar