segunda-feira, 29 de outubro de 2012

Sacos de alfazema bordados

    A velha já por aqui o disse muitas vezes que é uma romântica ...os linhos bordados, as cores suaves ... o cheiro a alfazema ... são os seus pequenos prazeres. Gosta de olhar com tempo, para ter tempo de ver, de sentir e de interiorizar ... a velha é assim, mas também tem os seus dias ...

   Aqui por casa as doenças infantis assumiram o controlo do tempo ... fazer o quê? Faz parte!! Mas mesmo assim entre um ... não quero comer ... dói ... quero colinho ... mãe ... mãe ... mãe :)  consegui escapar-me :) e vir mostrar estes saquinhos de alfazema ... não estão é muito bem passados a ferro, não deu tempo para isso .... :)



O primeiro saco acho que ficou um miminho, gosto muito dele ... o segundo, também gosto ...mas não ficou bem como o tinha imaginado ...





sexta-feira, 26 de outubro de 2012

A Casinha da Velha




Há mais uma velha na blogosfera!
Qualquer dia somos um clube de velhinhas!! :)

É um blogue recente e ainda está quente! Vale a pena a visita, mas cuidado, não se queimem com as bolachas e com o café! :) É o blogue da Avó Velha

www.acasinhadavelha.blogspot.com


terça-feira, 23 de outubro de 2012

Mochila

Já há bastante tempo que tinha metido na cabeça que havia de fazer uma mochila. 

Comecei por cortar o tecido e assim ficou muito tempo, outras coisas se meteram pelo meio. Depois cosi a mochila, e assim ficou mais outro tanto tempo ... depois queria colocar os ilhoses, mas não encontrava ninguém que os colocasse com o tamanho que eu queria ... (e acabaram por ser mais pequenos ... ) Tantas difilculdades incentivaram à desmotivação. Finalmente pronta, tirei-lhe as fotos, mas nem essas  a favoreceram. 

Hei-de fazer outra mochila, já tenho o tecido comprado e o desenho na cabeça, mas sem pressas ... não foi dos trabalhos que mais entusiasmaram a velha ... mesmo assim já tem destino traçado e função atribuída, aqui no atelier nada se desperdiça !



quinta-feira, 18 de outubro de 2012

Chuva, chuva .... chu-vi-nha!! :)

    Hoje o dia é dedicado aos trabalhos manuais. 
    A chuva convida a isso e a velha começou cedo, na expectativa de terminar alguns trabalhos que por aqui  andam à tempos. Mas a manhã já passou e a rentabilidade não foi muita ... a velha gosta de partilhar o trabalho aqui no blogue, mas a publicação  consome muito do seu tempo  (principalmente a parte das fotografias) e por isso nem sempre ela mostra o que faz ... não é por mal. 

    Fica aqui este caderno de notas, por ser um pouco diferente do habitual, era para ser uma coisa, não gostei do resultado e passou a ser outra ...  Trabalho feito e desmanchado, fica em casa por isso este é meu!! E não é que até gosto dele ...  :)


      Sabem o que é isto? (imagem abaixo)
     Claro que sim!! responderá quem tiver a paciencia para ler este texto - a velha parece que é parva!! acrescentarão com algum enfado. Isto é uma tesoura!!
     Pois é, a velha sabe!! Mas o que ainda não disse, é que esta é a sua companheira de muitos  anos, a sua tesoura, aquela que ela adora, que já acompanhou muitos metros de linha bordada, que já cortou até o que não era susposto cortar e sempre foi sobrevivendo. Foi uma prenda da madrinha da velha e a velha tem um carinho enorme por ela. Mas a tesourinha partiu-se e a velha ficou tão triste ... mas tão triste ... Exagero dirão!! Mas a velha é sentimentalista ... fazer o quê? e além disso deviam ver esta tesoura a cortar ... uma maravilha!!
     Hoje teve um rasgo de inspiração ... e se enchesse o tubo da tesoura com cola quente? Se bem o pensou melhor o fez!! Parece funcionar porque a cola funciona como um molde interior e consegue segurar as duas partes, já sei que vai precisar de uma invalidez parcial e apenas pode  ficar responsavel pelos trabalhos mais suaves ... cortar linhas, só isso! Mas vai continuar a andar por perto: a tesourinha de que eu tanto gosto! 





quinta-feira, 11 de outubro de 2012

Alfineteira passo-a-passo

   Como tinha prometido na mensagem anterior, hoje mostro  o passo-a-passo da alfineteira,  numa visitinha muito rápida ... Não tenho muito jeito para passos-a-passos :) mas como é de boa vontade, aqui fica a disponibilidade para responder a alguma dúvida que possa surgir.

   Como se vê na imagem bordei a frente e o verso da alfineteira ... 


Preparadas(dos) ?  ehehehe
Vamos começar!!!


1º Passo:

    Vamos começar por cortar dois quadrados de tecido com 10cm de lado.


     
2º Passo

    Bordar os quadrados a gosto, se preferirem podem bordar a ponto cruz, como mostro na última mensagem. Há muitos gráficos na net ... é só pesquisar ...     


3º Passo

Fazer um pesponto no tecido como se se pretendesse fazer uma moldura no bordado.


4º Passo
    
Marcar o meio de cada lado,  colocar os dois quadrados de tecido como mostro na imagem 

5º Passo

Começar a coser as duas partes, unindo os pespontos


6º Passo

    Reparem como se fazem os cantos, a marcação que fizeram ao meio de uma parte do tecido , deverá coincidir com o canto da outra parte do tecido e é isso que dá a forma à alfineteira.
   Quando faltar coser só um dos lados, devem colocar enchimento lá dentro e acabar de coser os lados.  


7º Passo

   Por fim coser, dois botões (neste caso foram umas pérolas) um de cada lado do trabalho para dar o efeito mostrado na imagem ...



Ufaaaa ... esta  deve ter sido das mensagem que tive mais dificuldade em mostrar ... explicar assim por palavras não é fácil  ... eheheh ... valeu a ajuda das imagens ... e cá estou para ajudar nalguma dificuldade.

Ainda  falta fazer a capa  e um "berloquinho" para colocar na tesoura  ...  mas isso fica para outra altura, porque agora há trabalhos mais urgentes à espera...

Se fizerem a alfineteira mandem foto, tenho muito gosto em partilhar aqui no blogue o vosso trabalho.

Bons trabalhos!!


terça-feira, 9 de outubro de 2012

Alfineteiras com estilo! :)

    Esta alfineteira, ou "biscornu" como normalmente é conhecida devido ao seu formato, foi uma experiência a pedido de uma amiga, para lhe ensinar a fazer uma, acontece que eu também nunca tinha feito nenhuma. Tinha uma ideia de como se faziam, mas é dificil ensinar o que nunca se fez, então cá vai disto e ... mãos à obra!! Apesar de ter gostado do resultado acho que o padrão podia ter sido melhor escolhido, mais alegre, com mais mimo ... a juntar à alfineteira podemos também fazer um pequeno adorno e uma capa para a tesoura. 

   Podem crer que é uma ideia excelente para um presente  de Natal, um mimo feito pelas vossas mãos, fácil de fazer e resulta muito bem!!

                                    
    Aqui fica a promessa de brevemente colocar um passo-a-passo de como se faz , mostrando um modelo bem mimoso e mais ao meu gosto :) . Se tiverem muita curiosidade e não conseguirem resistir à espera pelo passo-a-passo  da velha,  podem sempre fazer uma pesquisa na net e vão encontrar mil ideias diferentes e todas lindas ...  

Bom trabalho!!

quarta-feira, 3 de outubro de 2012

Faz o que eu digo!! ... não o que eu faço!!!

    Muitas vezes a velha vem aqui falar do que a motiva nestas artes ... a paz de espirito, a tranquilidade ... o carinho que se dedica a cada pecinha ... Independentemente da sua complexidade, do resultado final, vale muito o sentimento de dar  de nós o melhor que temos, a fazer o que gostamos. E pronto, tenho dito!!! :) 

    Massss ... há pois é ... há aqueles dias em que não há espirito "zen" que aguente ... o dia começa com vinte (  e o nº não é cientifico  ) expectativas diferentes, 50 "coisas" para fazer e ainda a váriavel "X" que representa a probabilidade mais do que confirmada de acontecer todos e mais alguns imprevistos. Começa por dar um friozinho na barriga, uns tremeliques nas mãos ... e já está o "caldo entornado" ... lá se vai  o anti-stress. E tudo isto porquê? A velha fica com "picos" na roupa quando se lembra de trabalho  novo. Devia acabar "isto", e só depois pensar "naquilo" ... mas não aguenta ... começa aos saltinhos, mas resiste ... depois pensa :" e se eu experimentasse só um bocadinho para ver como fica?" Entre o pensar e o largar o que está a fazer, para começar outra coisa, vão três tempos e já está! E depois largar a novidade? Não é fácil, só larga quando outra "novidade mais nova" aparece. Não fiquem com má impressão da velha :) , ela acaba sempre - bem, quase sempre - o que começa, "embrulha-se" é toda nos vinte trabalhos diferentes que faz ao mesmo tempo... mas chega ao fim ... é que isto de stress a menos e tranquilidade a mais, às vezes também dá cabo dos nervos !!

    Estes são alguns dos trabalhos em mãos ... ainda aqui faltam umas "coisinhas" ... 



Espero vir mais amiúde dar noticias, mas com trabalhos prontos ... 

Até breve e fiquem bem, já sabem com aquele sorriso grande que nem a troika apaga!!