quarta-feira, 10 de setembro de 2014

Azul alfazema ...

Fomos ao parque!
Vamos muitas vezes, tentamos aproveitar os últimos dias das férias ... desta vez ele não quis ir. "- Os parques são todos iguais, não tenho lá nada para fazer!".
Está a crescer, o meu menino.
Fomos as duas, ela brincou com os amigos do momento ...
Eu levei o meu tricot, em vez do habitual livro ... o sol batia nas costas e soube bem ...

"- Achas que vou voltar a brincar com aquela menina?
 - Não sei ...
 - Gostei muito dela, temos as duas o mesmo nome ...
 - Pois ... não sei ..."

Regressámos  em silêncio ... ela provavelmente a pensar na nova amiga, e eu a pensar que um dia destes não vou ter um pretexto para ir ao parque apanhar sol ... as crianças vão crescer e eu vou ficar como a velha do meu blogue a tricotar no parque ... :) e vai ser bom ... eu até gosto de tricotar ... ... talvez o "velho" vá comigo ... :) ...

Voltei ás linhas e ás agulhas , depois de uma breve pausa, tenho muita coisa para fazer ...  entre aniversários e pedidos especiais de amigas, já se avizinha o Natal  ... este ano queria fazer a maior parte das lembranças ...tal como nos outros Natais passados, mas acabo sempre por não ter tempo para tudo ... talvez seja melhor começar já e não deixar tudo para o fim.

Fiquem bem!!
Deixo-vos mais um caderno forrado ... este em tons de azul e cheiro a alfazema ... :)


6 comentários:

  1. A vida é assim! As crianças crescem e temos que sabem estar felizes sozinhas conosco mesmas. Lindo caderno, lindo bordado! bjs, chica e bom te ler!

    ResponderEliminar
  2. Lindo trabalho e o texto não fica atrás !!
    Bjinhos.

    ResponderEliminar
  3. Eles crescem muito depressa. Continuaremos a nossa vida, apesar da sua autonomia. E continuará sendo bom.
    Beijo

    ResponderEliminar
  4. Eles crescem e nós nem damos por isso, mas se não fores com eles vai sozinha, eu vou na mesma onde me apetece, enquanto poder andar não vai ser por não ter companhia que vou deixar de ir...
    quanto ao teu novo trabalho, dizer o que, já sabes que sou uma admiradora de tudo o que sai dessas tuas mãos.

    ResponderEliminar
  5. Olá amiga

    é assim a vida, nós tb deixamos as "saias" da mãe e fizemos a nossa vida e com eles/as há-de ser igual. Só espero que não me esqueçam e me continuem a visitar como eu faço com os meus pais e restante família, embora more longe.
    Quanto aos teus trabalhos eu fico sempre encantada com estas capas para os cadernos e livros que tu fazes, são tão românticas e delicadas, não me importava nada de ter uma, hehehe.

    Beijinhos
    São

    ResponderEliminar
  6. Pois é..um texto com o qual me identifico...já os meus cresceram, eu já não vou ao parque, mas continuo nas minhas lavores!!
    Belo caderno forrado!! aqui cheira.me a alfazema!
    Bjs

    ResponderEliminar