terça-feira, 24 de maio de 2016

A culpa é do tempo ... :)

... entretanto recomecei os treinos :)

    Já foram várias as tentativas falhadas de retomar as corridinhas de uma forma assídua ... mas há sempre uma desculpa para deixar para amanhã ... e os treinos acabam por ter intervalos de meses entre eles. Torna tudo mais difícil, é como estar sempre a começar do zero. A forma física é má, o excesso de peso evidente ...

    Para  um fim-de-semana levantei-me cedo, comecei as "arrumações"; o "velho" já tinha saído para ir andar de bicicleta ... " e se ..." nem pensei duas vezes, vesti o fato de treino :) calcei os ténis velhos e vi as horas, cinco para as nove, saí, desci pelas escadas ... lembrei-me que não tinha tomado o pequeno-almoço, voltei para trás ... subi pelas escadas, bebi o leite, comi uma torrada e fui a roer uma maçã enquanto descia novamente as escadas. Não voltei a ver as horas ...
    O percurso é quase sempre o mesmo ... as vistas são desafogadas ...  para lá sempre a descer  - todos os santos ajudam :) para cá sempre a subir - nem os santos nos valem :) . 
    As mão incharam ...  o bebedouro estava avariado e eu não levei a moedinha para o café, que poderia usar para comprar uma garrafa de água ... não fiz corrida ... caminhei em passo acelerado para ir adaptando o corpo ao esforço ... fiz o coração bater, não houve lesões nas pernas ... transpirei muito ... cheguei desidratada.
    Subi ...  não pelas escadas ... mas pelo elevador! 

    Voltei a repetir o treino duas vezes durante a semana, já não sinto tonturas :) as mãos continuam a inchar ... e no regresso já consigo subir pelas escadas  :)
    O carro não tem saído da garagem ... faço as compras a pé ... acarreto os sacos ... dói-me os braços.
    O "velho" insiste para que vá de bicicleta com um cesto para trazer as compras... se eu vivesse num pais rico, frio e de Invernos longos, faria todo o sentido ...mas, vivo num pais pobre, com sol e dias grandes - contradições ... e não tenho onde deixar a bicicleta se for fazer compras num supermercado ... nem noutro sítio qualquer.

    A bicicleta continua pendurada na garagem, com os pneus vazios ... o tempo não tem incentivado os passeios de bicla - desculpas  ... já faz tempo que fiz questão de conhecer as ciclovias de Lisboa ... algumas são um tormento ... um verdadeiro pesadelo. As pedras de uma calçada mal "amanhada" faz-nos sentir "chocalhados" ... :) É um desviar constante de caminhantes que "invadem" as ciclovias, mesmo quando ao lado têm um passeio enorme só para eles :) É um desvia "deste" ... quase bate "naquele" ...  há alturas em que os passeios e as ciclovias se fundem e  que nem os caminhantes, nem os ciclistas têm muitas opções.  
    O percurso entre Algés e o Oriente é agradável com o Tejo ao lado ... e é fácil ... apesar da ciclovia não estar, nalguns pontos, nas melhores condições ... pelo menos não estava. Dentro de Lisboa só ando nas ciclovias, o "velho" aventura-se por todo o lado: compete com os carros, com responsabilidade, e com um grande à-vontade ... ui ... :) que medo!! 

    Quanto à  foto-reportagem :) da caminhada terá que ficar para outro dia ... hoje, a chuva atrapalhou os planos ... :(

retirado da net ...  obviamente :)

   
    Fiquem bem
    Até breve ...


16 comentários:

  1. Caminhar é bom, faz bem.Mas nem sempre conseguimos seguir esses exercícios. Mas vale sempre tentar! beijos, tudo de bom! chica

    ResponderEliminar
  2. Eu até que gosto de andar de bicicleta mas só de pensar na possibilidade de ter que me meter com a bicicleta no meio do transito até tremo! Por isso prefiro andar a pé! :) Beijinhos
    --
    O diário da Inês | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Os carros também me metem muiiiito medo :)
      beijinhos

      Eliminar
  3. Belo texto
    Já tentei tanta vez, caminho dois dia e paro, não gosto de ir sozinha.
    Tenho uma bicicleta mas canso-me mais ;-)
    Beijinhos e um dia feliz..

    Coisas de Uma Vida 172

    ResponderEliminar
  4. É issso amiga, a persistência é tudo. Eu por aqui p/falar a verdade sinto falta dela kkkk
    Bjsssssssss e uma semana abençoada p/vcs

    ResponderEliminar
  5. pedalar faz bem, depois d eum belo
    tombo nunca mais tentei, mas admiro que
    sabe pedalar com prazer ..magnifico

    Abraços com carinho!

    └──●► *Rita!!

    ResponderEliminar
  6. Ai o que eu arranjo de desculpas para não ir caminhar e tenho um parque fantástico a apenas 5 minutos de casa a pé. É pura preguiça.Gostei do texto e da força de vontade. Muito bem.
    B jn
    Márcia

    ResponderEliminar
  7. Olá,
    Antes de mais, obrigada pela atenção e explicação =)
    Olhe, o segredo para as mãos não incharem é não caminhar com os braços ao longo do corpo: se levar casaco com bolsos, enfie as mãos nos bolsos e, de tempos a tempos, tira-as. Ou então, na falta dos bolsos, dobre os braços - assim, como se estivesse segurando a alça da bolsa a tiracolo, ou na posição de corrida (repare que as pessoas que correm levam os braços dobrados em ângulo de 90º). Vai ver que suas mãos não incham.
    bj amg

    ResponderEliminar
  8. Tenho uma bicicleta mas com o tempo acabei por a deixar de parte (tenho medo de andar na estrada). Já as caminhadas adoro, mas têm de ser acompanhadas senão perco rapidamente a vontade :)
    Beijinhos ...
    Guloso qb

    ResponderEliminar
  9. Nem me fales ... com a chuva e o mau tempo não tenho feito nada e sinto a falta.
    Nunca mais chega o solinho!
    beijo

    ResponderEliminar
  10. Olá, como eu entendo. Gosto muito de fazer nordic walking que não é mais do que andar com dois bastões que ajudam a "empurrar" o corpo para a frente. Num dos meus postes no ano passado http://capinhacorescomcarinho.blogspot.de/2015/09/de-volta.html neste link pode ver do que me refiro. Que vontade eu tinha de caminhar e queimar calorias. Mas ficou mesmo pela vontade. Pouco ou nada andei. Tenho que admitir que desporto não é o meu forte. Só que depois que fiz 30 anos cresci para os lados e tenho peso a mais. Talvez eu ganhe mesmo vontade em me sentir mais leve. Que bom seria.... Vou tentar! Beijinhos da *capinha*

    ResponderEliminar
  11. Também faço caminhadas de meia hora (conselho do médico)...mas a semana passada não fiz e sinto falta!
    Adoro andar de bicicleta e raramente o faço!
    Bj amigo

    ResponderEliminar
  12. Olá amiga,

    este ano tenho-me portado bem pois todos os dias faço uma caminhada de uma hora. Só quando está a chover é que não vou. As pessoas já notam que estou mais magra e a roupa já me está mais larga e então isso motiva a que não pare. Às vezes estou tão cansada mas vou na mesma e sabes que me sinto melhor e durmo melhor? É como um vício, mas um vício saudável, hehehe.
    A mim tb me incham as mãos e então eu dobro os braços, e às vezes faço exercício com elas, assim do tipo fechar e abrir as mãos enquanto caminho e ficam melhores.
    É normal nos primeiros dias doer o corpo todo quando não se caminha há muito tempo. Quando eu fico parada por 2 ou 3 dias sinto-me dorida depois de andar.
    Adoro andar de bicicleta. Levei a minha adolescência a pedalar mas agora não tenho bicicleta e nem espaço onde a guardar se por acaso a comprasse. Também me dá medo andar nas estradas movimentadas. Se fosse pedalar tinha de ser para o campo:)
    O teu "velho" devia de ter cuidado na estrada porque há muitos condutores malucos.

    Beijinhos e bom fim de semana
    São

    ResponderEliminar
  13. Tento fazer caminhadas diariamente mas às vezes falho. E noto logo a diferença.
    Também faço as compras e os afazeres todos a andar. À falta das caminhadas é melhor do que nada.
    Bjs.

    ResponderEliminar
  14. Tento fazer caminhadas diariamente mas às vezes falho. E noto logo a diferença.
    Também faço as compras e os afazeres todos a andar. À falta das caminhadas é melhor do que nada.
    Bjs.

    ResponderEliminar
  15. Tento fazer caminhadas diariamente mas às vezes falho. E noto logo a diferença.
    Também faço as compras e os afazeres todos a andar. À falta das caminhadas é melhor do que nada.
    Bjs.

    ResponderEliminar