quarta-feira, 19 de julho de 2017

Artes e Ofícios


    A máquina tem um som caracterítico, hipnotizante ... não cansa ouvi-lo:
        - toc ... toc ... toc .... nos ponto largos, que requerem precisão;
        - toc, toc, toc .... nos pontos mais corridos.

    A agulha pica sempre no mesmo sítio, é o bastidor quem trabalha com o toque da agilidade das mãos e ao ritmo dos pés no pedal. É uma coordenação motora perfeita, exige sensibilidade, destreza e gosto.

" A gente começa .... e depois .... está sempre com a ideia de chegar .... ao fim".





Já há máquinas que o fazem sozinhas ... mas nada tem a ver com o bordar à máquina desta forma. 


  O resultado é  bonito e transmite a habilidade da artesã.

   - Queres aprender? 
   - Não me parece ... 

    Mas depois ficamos a pensar no assunto e o toc, toc, toc da máquina, naquela variação de ritmos e sensibilidades, fica gravado na memória.

    Há coisas que a tecnologia não consegue superar e cada vez são mais os que se apercebem disso. Trabalhos e artes que durante muitos anos estiveram esquecidos, vão voltando a despertar sentimentos. E eu, que sou uma romântica, deixo-me levar por estes revivalismos ...

    Me aguarda velha Singer, acho que vais ter trabalho dentro de pouco tempo...


Fiquem bem!
Bons trabalhos e boa semana í 
   






16 comentários:

  1. Boa tarde, querida!
    Obrigada pela visita ao meu blog!
    Nossa, uma máquina de costura daquelas antigas. Sempre nos remete ao passado este tipo de instrumento de trabalho. Quanto aos bordados, gosto dos de máquina, mas o que me encanta mesmo são os feitos à mão, que tem um valor especial!
    Gostei muito de vir aqui! Até breve!
    Bjs e boa semana!
    http://dedeartes-denise.blogspot.com

    ResponderEliminar
  2. Com certeza, logo vais nos mostrar tuas artes na velha e boa Singer! bjs praianos,chica

    ResponderEliminar
  3. Oh, agora fizeste-me voltar ao passado. A minha mãe bordava numa máquina Oliva e fez muitos trabalhos maravilhosos.
    Bjn
    Márcia

    ResponderEliminar
  4. OLÁ , nunca aprendi a bordar á maquina mas sei bordar à mão .Está a ficar lindo

    ResponderEliminar
  5. Infelizmente não sei trabalhar com esse género de máquinas. Mas em casa dos meus pais há um Singer já com alguns anos. :) Beijinhos
    --
    O diário da Inês | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar
  6. Oi, bn!
    Eu acho lindo demais os bordados feitos na máquina, infelizmente eu não aprendi. Parabéns!
    Bjsss

    ResponderEliminar
  7. A minha mãe tinha uma igual,..
    Beijinhos,
    Espero por ti em:
    strawberrycandymoreira.blogspot.pt
    http://www.facebook.com/omeurefugioculinario
    https://www.instagram.com/marysolianimoreira/

    ResponderEliminar
  8. A Minha mãe teve uma máquina igual. E que bem que trabalhava

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  9. Aí está uma coisa que adorava aprender - bordar! Acho maravilhosos.
    Beijo

    ResponderEliminar
  10. adorava saber fazê-lo na máquina. Essa máquina é igual à da minha mãe. Pelo menos me parece pelas fotos. Amei.

    ResponderEliminar
  11. Que máquina tão a antiga, mas são as melhores.
    Bordar, nunca aprendi mas gostava, fico mesmo é pelas costurices, tricot, crochet e ponto cruz.
    Beijinho e bom fim de semana.

    ResponderEliminar
  12. Tenho uma máquina de costura "Oliva" na casa que era da minha mãe, mas sinceramente nunca me deu para costurar, ela sim sabia fazer tudo, tinha umas mãos de fada.
    Bom domingo
    Beijinhos
    Maria de
    Divagar Sobre Tudo um Pouco

    ResponderEliminar
  13. Bjsss amiga e uma semana maravilhosa p/vcs é o que desejo

    ResponderEliminar
  14. Para mim, para nós, esse barulho é música... gosto tanto!
    Espero ver-te empenhada nos bordados ou nas costurices com a tua mamã, muito em breve.
    Beijinho grande cheio de força!

    ResponderEliminar
  15. A minha mãe tem uma máquina de costura igual à sua! Parece-me que daí vai sair um lindo bordado! Feliz semana.

    ResponderEliminar
  16. Olá

    Também tenho uma máquina dessas, mas não sei bordar, faço outro tipo de costuras, mas trabalha muitas vezes.

    Manuela

    ResponderEliminar